Ir para o conteúdo principal
Conheça os alimentos que podem piorar a azia

Azia

Conheça os alimentos que podem piorar a azia

Sentir os desconfortos provocados pela azia já é um sintoma comum na rotina de algumas pessoas. Mas você sabia que existem alimentos e bebidas que podem estar diretamente relacionados a origem desses sintomas?

A maior parte desses alimentos provoca o relaxamento do esfíncter esofagiano inferior, músculo que age como barreira entre o esôfago e o estômago. E, uma vez relaxado, ele facilita a passagem do conteúdo gástrico para o esôfago, causando a queimação1.

Saiba quais alimentos devem ser evitados2,3:

Picantes

A pimenta, muito presente em alguns tipos de comida, como a mexicana, pode causar azia pois torna a digestão mais lenta. Isso faz com que os alimentos fiquem mais tempo no estômago, aumentando a quantidade de suco gástrico produzido.

Além disso, na pimenta está presente uma substância chamada capsaicina, que pode causar uma certa irritação no esôfago.

Cebola

Principalmente quando crua, a cebola provoca o relaxamento do esfíncter. Além disso, ela tem um alto teor de fibra, que fermenta dentro do estômago e pode provocar azia.

Ácidos

Frutas cítricas, como limão, laranja, abacaxi e tomate, aumentam a acidez do estômago. Esses alimentos podem irritar o esôfago durante sua passagem, aumentando a sensação de queimação.

Fritos

Alimentos fritos têm uma digestão mais lenta. Por isso, ficam mais tempo no estômago. Essa permanência elevada provoca a fabricação de ácido gástrico, que pode levar a crises de azia.

Gordurosos

Bolos, manteiga, abacate e nozes, por exemplo, são alimentos com alto teor de gordura.

A gordura, em excesso, estimula a produção de um hormônio chamado colecistocinina, que também contribui para o relaxamento do esfíncter. 

Chocolate

Apesar de deliciosos, os chocolates também têm muita gordura e podem causar azia. Uma solução é procurar aqueles mais amargos ou com alto teor de cacau.

Alcoólicos

As bebidas alcoólicas são rapidamente absorvidas pelo sistema gastrointestinal, irritando as mucosas do esôfago e estômago.

Além disso, o álcool também aumenta a acidez do estômago.

Cafeína

Assim como outros alimentos, bebidas à base/com de cafeína relaxam o esfíncter. Diminuir o consumo desses alimentos pode amenizar os sintomas de azia.

Atenção!

Se você diminuiu a quantidade de todos esses alimentos ou se a sua azia aparece de forma frequente, a consulta com um médico é necessária.

Referências:

  1. HENDERSON, R. P., PRINCE, V.T., Heartburn and dyspepsia. In: BERARDI, R.. Handbook of Non-prescription Drugs: An interactive approach to self-care. 14Ed. Universidade de Chicago: American Pharmaceutical Association, 2004. 1370 p., cap. 15, 320-321p.
  2. MEEK, W. The Pharmacist’s Approach to Heartburn. In: WORD GASTROENTEROLOGY, WGO Handbook on Heartburn: A Global perspective. Milwaukee, WI USA. 26-27p.
  3. CFF – Conselho Federal de farmácia. Azia (acidez/pirose) e dispepsia. In:_____ Guia de prática clínica. Sinais e sintomas do trato gastrointestinal. 2020. Disponível em: https://www.cff.org.br/userfiles/Guia%20-%20AZIA(1).pdf. Acesso em Mai. 2021.

PM-BR-SON-21-00014-JUL/2021

Quer dicas para viver melhor com esses desconfortos?

Quer dicas para viver melhor com esses desconfortos?

Conheça nossas dicas.

Saiba mais

seu problema

Seu problema é com dor de cabeça?

Veja aqui tudo sobre dores de cabeça.

Saiba mais

QUER FALAR COM A GENTE?

Ou relatar um evento adverso?