Ir para o conteúdo principal
Azia noturna: como evitar?

Azia

Azia noturna: como evitar? 

A sensação de azia pode aparecer a qualquer hora do dia, sendo mais frequente depois das refeições. A queimação que começa no estômago e sobe até a garganta já é conhecida por grande parte da população.

No entanto, especialistas garantem que cerca de 75% das pessoas que têm azia frequentemente sentem seus sintomas à noite1.

Isso acontece porque os hábitos que você tem durante o dia acabam refletindo na hora de maior relaxamento do corpo. E, principalmente, quando você se deita.

Por isso, separamos a seguir uma série de dicas para ajudar a ter uma noite de sono mais tranquila. 

  • Evite se alimentar nas três horas que antecedem o sono2
  • Apesar de um lanche antes de dormir parecer uma boa pedida, fuja ao máximo desse tipo de refeição tardia. Quando você ingere um alimento, seu estômago fica cheio e produz suco gástrico para digeri-lo e ao se deitar as chances do conteúdo do estômago retornar e provocar a azia são maiores.

  • Prefira dormir virado para o lado esquerdo3
  • A entrada do estômago fica do lado direito. Se você dormir desse lado, tem maior probabilidade de estimular o curso errado do suco gástrico presente nele.

  • Procure elevar a cabeceira da sua cama2
  • Você pode optar por colocar um calço de até dez centímetros na sua cama ou dormir recostado sobre vários travesseiros.

    Deitar completamente na horizontal (a zero graus) aumenta a chance de o ácido presente no estômago percorrer o caminho errado e provocar a azia. 

  • Durma sempre com roupas confortáveis4
  • Dormir com elásticos apertados na região do abdômen pode prejudicar a digestão. Isso pode causar desconforto por conta dos efeitos da má digestão no organismo. 

Fique atento!

Aqui vai mais uma dica importante: se nada disso aliviar seus sintomas, ainda há um último recurso.

Você pode optar por tomar um antiácido, como Sonrisal. Um ou dois comprimidos dissolvidos em um copo de 200 ml de água podem trazer alívio em poucos minutos.

Sinal de alerta!

Se os sintomas persistirem ou forem muito frequentes, o ideal é procurar um médico de sua confiança para que as causas para esse mal estar sejam investigadas.

Referências:

  1. Orr WC. Management of nighttime gastroesophageal reflux disease. Gastroenterol Hepatol 2007; 3 (8): 605–606
  2. Sandhu DS, Fass R. Current trends in the management of gastroesophageal reflux disease. Gut and Liver 2018; 12 (1): 7–16.
  3. Katz PO, Gerson LB, Vela MF. Guidelines for the diagnosis and management of gastroesophageal reflux disease. Am J Gastroenterol 2013; 108: 3: 308–328
  4. CFF – Conselho Federal de farmácia. Azia (acidez/pirose) e dispepsia. In:_____ Guia de prática clínica. Sinais e sintomas do trato gastrointestinal. 2020. Disponível em: https://www.cff.org.br/userfiles/Guia%20-%20AZIA(1).pdf. Acesso em Jul. 2021
  5. Portal Eno. "Como tratar a acidez noturna - Quais são os sintomas da acidez noturna?". Disponível em https://eno.com.br/artigos/acidez/como-tratar-acidez-noturna/. Acesso em Agosto de 2021.

PM-BR-SON-21-00017-AGO/2021

Quer dicas para viver melhor com esses desconfortos?

Quer dicas para viver melhor com esses desconfortos?

Conheça nossas dicas.

Saiba mais

seu problema
Seu problema é com dor de cabeça?

Veja aqui tudo sobre dores de cabeça.

Saiba mais

QUER FALAR COM A GENTE?

Ou relatar um evento adverso?